segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Encontro anual das CPCJ - Área Metropolitana do Porto

A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens do Porto Central, Porto Ocidental e do Porto Oriental organizaram e realizaram o Encontro Anual da CPCJ da área Metropolitana do Porto, nos dias 3 e 4 de Novembro, aqui na Fundação.

Este encontro teve o apoio da Fundação Dr. António Cupertino de Miranda e da Câmara Municipal do Porto, através da Fundação Porto Social. O tema deste ano foi “Família, Janela para a Vida...”.

A sessão de abertura foi presidida pelo Sr. Doutor Luís Cunha, pelo Dr. Armando Leandro que focou a importância da realização destes encontros, enquanto momentos de partilha e reflexão, reconhecendo a progressiva e elevada qualidade dos temas que são abordados.

Foram abordados temas como a Alienação Parental, a Mediação Familiar e Boas Práticas. Houve, ainda, espaço para um desfile de moda do grupo de jovens do Bairro do Lagarteiro, um momento de Hip Hop da ADILO, a cargo dos jovens e um Live Paiting da ADILO.

Na sessão de encerramento, a Dra. Dulce Guimarães, Presidente da CPCJ do Porto Ocidental, além de relevar e agradecer a participação de todos que permitiram que este evento se tornasse realidade, sublinhou a importância destes espaços de reflexão que marcam momentos de progresso e de aprendizagem futura.

Presentes, também, a Dra. Joana Trigo (Presidente da CPCJ do Porto Oriental), Dra. Cecília Bastos (Presidente da CPCJ do Porto Central) que, além de, também, considerarem relevantes os eventos como este, incentivaram à concepção e implementação do próximo, o qual se deve começar a preparar desde já.

Na sessão de encerramento, a Presidente da Fundação, a Dra. Maria Amélia Cupertino de Miranda , sublinhou o sentido que faz para um Museu, como o Museu do Papel Moeda, acolher realizações deste tipo, uma vez que desde logo, na sua missão, assume o desenvolvimento local, a educação, a cultura e a inclusão social como dimensões estruturantes dos seus projectos. Ali mesmo, fez questão de sublinhar a abertura do Museu em realizar não só visitas de estudo como prtojectos de continuidade, desafiando os propostos que possam ser a base de projectos que o Museu possa gizar, para dar resposta a necessidades e expectativas.

Nenhum comentário: