segunda-feira, 10 de maio de 2010

Ciclo de "Conversas com Antiguidades" - Jóias Portuguesas e Estrangeiras



Com um numerosíssimo público que encheu o Auditório II da Fundação, realizou-se a terceira edição do ciclo “Conversas com Antiguidades”. A Presidente da Fundação, Dra. Maria Amélia Cupertino de Miranda, fez, como sempre, um agradecimento prévio ao mecena, o Banco Millennium BCP e ao Jornal de Notícias que apoiaram esta iniciativa que tão grande adesão tem vindo a suscitar.

Os oradores desta sessão foram o Sr. Henrique Braga e o Dr. Nuno Vassallo e Silva.
O Sr. Henrique Braga é avaliador oficial desde 1979 e trabalha com as principais casas leiloeiras de Portugal. Começou na Leiria Nascimento, alargou a sua colaboração à Dinastia, Palácio do Correio Velho, Cabral Moncada, Aqueduto e Renascimento. A sua actividade tem passado pela colaboração nos mais diversos projectos, desde o campo editorial, com revistas como o Relógio & Jóias ou a InPulso, passando pela formação profissional, onde tem sido formador nos mais diversos cursos. Foi fundador da Associação Portuguesa de Gemologia e Mineralogia e é membro de várias direcções da ACADIP – Associação dos Comerciantes e Avaliadores de Diamantes e Pedras preciosas.
O Senhor Doutor Nuno Vassallo e Silva é doutorado em História da Arte pela Universidade de Coimbra. É Director Adjunto do Museu Calouste Gulbenkian desde 1999, trabalhou no Museu Nacional de Arte Antiga, IPPAR (Galeria de Pintura do Rei D. Luís) tendo sido conservador do Museu de S. Roque, em Lisboa. As suas áreas de especialização são a História das Artes Decorativas em Portugal (com especial destaque para a Ourivesaria e Joalharia), a produção de objectos preciosos na Índia Portuguesa e a história do coleccionismo. Comissariou diversas exposições em Portugal e no estrangeiro, foi membro do comissariado cientifico da exposição “Encompassing the Globe: Portugal and the world in the 16th and 17th Centuries”. É autor de numerosos trabalhos publicados, destacando-se os livros Joalharia Portuguesa, (Lisboa, 1995), A Colecção de Ourivesaria do Museu de Alberto Sampaio, com Maria Manuela Alcântara Santos, (Guimarães, 1998), As Colecções de D. João IV no Paço da Ribeira (Lisboa, 2003) e mais recentemente A Ourivesaria entre Portugal e a Índia: Século XVI ao Século XVIII (Lisboa, 2009).

Na primeira parte da sessão foi contextualizada a evolução da joalharia portuguesa desde o século XV, pelo Senhor Doutor Nuno Vassallo e Silva, o qual apresentou imagens de peças absolutamente admiráveis.
A segunda parte da sessão teve como objectivo o estudo, análise e avaliação de quinze peças que foram previamente inscritas, como é habitual.
O debate generalizou-se e no final, mais uma vez, ficou patente o enorme sucesso e interesse que estas sessões tem suscitado junto do público.

Nenhum comentário: